Universidade Federal de Sergipe recebe mostra Elas Por Trás das Câmeras

II Semana de Antropologia da UFS, durante os quatro dias do evento, irá contar com a 1ª edição da Mostra Elas Por Trás das Câmeras, em parceria com o Grupo de Estudos Culturais, Identidades e Relações Interétnicas – GERTs.

Em 2016, foram lançados 142 longas-metragens no circuito comercial do país e apenas 19,7% das produções contaram com mulheres na direção. Se olharmos para a intersecção com raça, o número é ainda mais alarmante: apenas duas mulheres negras assinaram a direção de um filme lançado comercialmente na história do cinema brasileiro: Adélia Sampaio (Amor Maldito, 1984) e Camila de Moraes (O Caso do Homem Errado, 2017).

As demais funções técnicas também são ambientes dominados por homens brancos, com especial atenção à fotografia. Segundo pesquisa de Nina Tedesco (2016), apenas 4% dos longas brasileiros de ficção lançados entre 1984 e 2014 foram fotografados por mulheres.

Ao compreender que o primeiro passo para mudar esse cenário é discutir sobre o tema, a Mostra Ela por Trás das Câmeras busca se unir aos diversos esforços que estão sendo realizados por todo o país e visibilizar produções audiovisuais contemporâneas que contam com mulheres na direção, além de outros departamentos, como fotografia, arte, montagem e som.

A programação da mostra irá exibir curtas-metragens – um formato que possibilita mais pluralidade de vozes – dirigidos por mulheres, grande parte sobre e com personagens mulheres de distintas realidades, além de realizar debates sobre a temática após as projeções.

Coordenação e curadoria: Danielle de Noronha e Frank Marcon
Comissão Organizadora: Danielle de Noronha, Élida Braga, Erna Barros, Frank Marcon e Raissa Freitas
Arte: Erna Barros
Local: Auditório DCS

PROGRAMAÇÃO*:

Dia 27 de novembro | 15h
A produção no âmbito do curso de audiovisual da UFS

Riots in Brazil – Liss Belfort e Lilian Oliveira | SE (6’12’’)
Cenas para Paganini – Luna Safira | SE (13’34”)
O corpo é meu 
– Luciana Oliveira | SE (24’)

+ Debate com as realizadoras e com a professora Maira Ezequiel (DCOS/UFS)

Dia 28 de novembro | 15h  
Mulheres negras no audiovisual

Rainha – Sabrina Fidalgo | RJ (30’)
Peripatético – Jéssica Queiroz | SP (15’)

+ Debate com a presença de Raissa Freitas (GERTs/UFS) e Jéssica Queiroz

Dia 29 de novembro | 15h
Mulheres e cinematografia

A passagem do Cometa – Juliana Rojas | SP (21’)
Sentido 
– Nina Tedesco e Pedro Curi | RJ (18’)

+ Debate com a presença de Danielle de Noronha (GERTs/UFS), Damyler Cunha (DCOS/UFS) e Nina Tedesco (CINEVI/UFF)

Dia 30 de novembro | 10h  
O audiovisual fora do eixo Rio-São Paulo

Fervendo – Camila Gregório | BA (16’)
Simbiose – Júlia Morim | PE (19’)
Uma cidade muda não muda – Erna Barros | SE (19’)

+ Debate com a presença de Erna Barros (GERTs/UFS), Júlia Morim e Yanara Galvão (PPGCINE/UFS).

Clique aqui e conheça as sinopses e fichas técnicas dos filmes.

*(programação sujeita a alteração)

Topo