ABC, DAFB, Netflix e Boutique Filmes criam grupo de estudos para pensar as possibilidades criativas do HDR e apresentam estudos de caso

Por Marcelo Trotta, ABC

No fim de 2019 a Boutique Filmes, DAFB, Netflix e ABC se juntaram para estudar as possibilidades criativas do uso de tecnologia HDR no intuito de dividir esse aprofundamento com a comunidade cinematográfica brasileira.

Com a chegada da pandemia esse grupo de estudo passou a se reunir virtualmente e evoluiu para os estudos de caso. Dessa iniciativa veio a mesa sobre HDR em estudo de caso na Semana ABC de Cinematografia 2020 e essa sessão com o diretor de Fotografia Armando Salas, ASC falando de sua experiência com essa tecnologia no processo de filmagem e pós-produção na série “Ozark”.

Fora abrir portas para o uso de uma gama maior de contraste, o HDR também permite uma propagação mais fiel da intenção artística das realizadoras e dos realizadores e aponta para um fluxo de trabalho com um gerenciamento de cor muito mais potente durante todo o processo.

Confira abaixo o vídeo com o estudo de caso sobre OZARK, pelo DF Armando Salas, legendado em português:

Topo