Aplicativo reúne lentes disponíveis para locação em cidades brasileiras

Por Danielle de Noronha

Desenvolvido pelo assistente de câmera Felipe Rodrigues, mais conhecido como Fininho, o App Lens Rental reúne as lentes que estão disponíveis para locação nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte, Recife e Brasília.

O aplicativo foi criado em uma plataforma livre e pode ser baixado em qualquer dispositivo (Android e IOS) ou ser acessado em computadores. Além da lista completa de lentes disponíveis nessas cidades brasileiras, é possível encontrar algumas outras informações como: Focal, Diafragma, Cobertura do sensor, Bocal, Foco Mínimo, Diâmetro frontal para parasol (Matte Box) ou filtro de rosca e Peso; Lista de filmes feitos com cada jogo de lente; Link para vídeo teste da lente; Endereço, telefone e e-mail das locadoras; e SAC para dúvidas e sugestões das e dos usuários.

Confira a entrevista que realizamos com Felipe Rodrigues sobre o aplicativo.

Para começar, conte-nos um pouco sobre a sua trajetória no cinema e audiovisual.

O cinema era algo muito diferente da minha realidade, mas em 2003 surgiu no meu bairro (Jardim Miriam) um projeto social chamado Aldeia do Futuro e foi aí que eu fiz meu primeiro curso voltado para o audiovisual.

Em 2009 me formei em Comunicação Social pela universidade Anhembi Morumbi e no mesmo ano comecei a trabalhar no departamento de câmera em curtas-metragens, documentários e publicidades.

Como 1º assistente de câmera fiz meu primeiro telefilme em 2016, “Felicidade de Margô”, dirigido por Maurício Eça. Nesses 4 anos como 1º assistente de câmera entre séries e longas-metragens de ficção já são 32 projetos. Destaque para: 3% (2016/2018), Where Has the Time Gone? (2017), Carcereiros (2017/2018), Ninguém Tá Olhando (2019), Aruanas (2019), Boca a Boca e Turma da Mônica – Lições (2020).

Acredito que o seu interesse em desenvolver o aplicativo passou por questões que vivenciou na equipe de câmera. Quais foram essas vivências e como surgiu a ideia de realizar o aplicativo?

Em inúmeros projetos que fiz nesses quase 13 anos de cinema, sempre surgiu a pergunta dos DOP: onde tem essa lente no Brasil? E sempre tínhamos de ficar ligando para todos os amigos até encontrar ou tentar mapear onde estavam essas joias. Isso ficou ainda mais presente quando surgiram os grupos de WhatsApp.

Foi então que em outubro de 2020, quando estava filmando o curta “ATO” com o meu amigo e parceiro Azul Serra, ele me pediu para fazer uma grande pesquisa sobre as lentes anamórficas disponíveis no Brasil. Fiz, e essa pesquisa virou um grande documento, não só com a lista de lentes, mas com informações sobre todas as focais, links de teste e fotos.

Disponibilizei esse estudo gratuitamente no site da Acasp, no dia 30 de outubro de 2020.

Mesmo com tudo isso, ainda me sentia incomodado com a falta de informação em português e principalmente em como é difícil encontrar essas informações de maneira democrática fora do círculo Rio/São Paulo.

Como foi o processo de pesquisa e desenvolvimento do app?

Sem filmar por quase quatro meses, e de quarentena total com a minha companheira Bárbara e o meu cachorro Bandit, achei que poderia ser o momento certo para colocar em prática o app e comecei a catalogar as locadoras de câmera do Brasil, gerando um documento com todas as focais disponíveis. Mas dessa vez fui além, comecei a estudar programação no YouTube e procurar ferramentas gratuitas para criar o app com o cunho público educativo, criando uma rede colaborativa entre os departamentos.

O app tem como principal objetivo catalogar todas as lentes disponíveis do Brasil, de maneira colaborativa, gerando informação gratuita para todos(as) os(as) interessados(as).

O app se concentra nas cidades onde a produção cinematográfica tem mais investimento. Você pretende atingir todo o país? Se sim, como pretende realizar essa pesquisa e ampliar o alcance?

Sim, hoje já temos locadoras de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba e Recife. Como já disse o app é colaborativo, então qualquer pessoa de qualquer cidade do Brasil pode mandar pelo SAC a locadora e as lentes disponíveis nela, eu verifico, coloco todas as informações e subo para o app. Para adicionar uma nova locadora, precisamos do nome da locadora, endereço, telefone, e-mail e as lentes (jogos e focais).

No app irei colocar qualquer lente, mesmo que seja lentes simples até lentes sofisticadas cinematográficas, a ideia é ajudar todo tipo de mercado.

Quais outras ferramentas o aplicativo oferecerá?

A principal ferramenta para um futuro próximo é ter uma busca por lentes, hoje o app é muito limitado e para encontrar a lente é preciso buscar pela locadora.

Pretendo também colocar uma aba de comentários para os usuários reportarem os possíveis problemas, elogios e sugestões das focais cadastradas no app.

Além das novas ferramentas para o app, também já tenho muitas melhorias para a versão 2.0, que devo lançar em breve. Como, por exemplo, na lista de filmes que será somente com filmes brasileiros, e quero catalogar as lentes por número de série, assim vamos conseguir saber qual jogo fez cada filme. Os testes das lentes vão ser feitos com fotógrafos(as) convidados(as), a ideia é fazer um mini doc com eles falando da sua relação com o jogo que ele escolheu para testar, tudo 100% em português.

Ainda no futuro penso em ter mais interatividade, como podcasts com diretores(as) de fotografia e assistentes de câmera. E downloads das escalas das lentes para diversos modelos de comando de foco eletrônico (wcu-4, cmotion…).

Muita coisa vem por aí.


Quem são as pessoas que te ajudaram nesse processo?

Fizemos tudo aqui em casa, eu e minha companheira Bárbara Antunes que me ajudou nas pesquisas e edição. Depois criei todo banco de dados, aprendi a programar no YouTube e fiz toda a interface sozinho. Também contamos com a talentosíssima Gabriela Akashi, que desenvolveu o logotipo do app.

Só que aí depois de pronto ficou a dúvida, e, agora, como vou lançar?

Então fui atrás do meu grande amigo Azul, que me apresentou todo time da Revista Iris e montamos um esquadrão de peso: Azul Serra, Renato Hojda, João Pedro e Camila Prisco, que cuidou de todo marketing digital e divulgação até aqui.

Também contei com o apoio da ACASP, que vem me ajudando muito com a divulgação.

Como tem sido a recepção do app?

O app se mostrou um sucesso, já estamos com mais de 8mil download em menos de uma semana. Realmente acredito que há uma lacuna de informações que está sendo preenchida com o Lens Rental.

Para fazer o download de Lens Rental, clique aqui.

 

Topo