Inscrições abertas para oficina, Labs de roteiro, workshops e masterclasses internacionais da 16a Mostra CineBH e 13o Brasil Cinemundi

16a CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte e o 13o Brasil CineMundi – Encontro Internacional de Coprodução que acontecem de 20 a 25 de setembro de 2022 oferecem um Programa de Formação com o objetivo de fornecer ferramentas conceituais e práticas de qualificação profissional e troca de experiências entre os diferentes agentes do setor. A iniciativa oferece atividades de capacitação e formação para profissionais do segmento audiovisual e interessados em geral, viabiliza encontros, diálogos, discussões e estabelece redes de contato e conexões com foco no mercado audiovisual.

Ao todo serão promovidos 10 modalidades de cursos e 555 vagas ofertadas, sendo uma oficina, três laboratórios de roteiro no âmbito da programação da 16a Mostra CineBH, e três workshops e três masterclasses internacionais no CineMundi Lab que integra a programação do 13o Brasil CineMundi

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas até 23h59 (horário de Brasília) do dia 12 de setembro pelo site www.cinebh.com.br. Para a oficina e labs de roteiro só é permitida apenas uma inscrição por pessoa. Se as inscrições ultrapassarem o número de vagas oferecidas, a comissão organizadora do evento fará a seleção dos interessados.

“Promover ações formativas é fundamental para fomentar a indústria audiovisual. Mais uma vez, a Universo Produção reafirma o compromisso de oferecer um programa de formação com ampliando as possibilidades de conhecimento, a profissionalização do setor, a troca de experiências e aproximação com o mercado internacional”, ressalta a diretora da Universo Produção e coordenadora geral da Mostra CineBH, Raquel Hallak

  • CONHEÇA AS MODALIDADES OFERECIDAS DURANTE O EVENTO

OFICINA E LABS DE ROTEIRO

Com o propósito de contribuir para a formação da nova geração de críticos de cinema, a oficina ANÁLISE DE ESTILOS CINEMATOGRÁFICOS acontece online e ministrada pelo crítico e professor Juliano Gomes (RJ). O objetivo da atividade, voltada para estudantes universitários de 18 a 25 anos, é desenvolver análise crítica e estética de filmes brasileiros contemporâneos e selecionar cinco jovens universitários para integrar o Júri Jovem da 26a Mostra de Cinema de Tiradentes (janeiro/2023), que elegerá o melhor longa-metragem da Mostra Olhos Livres. A oficina será realizada de 21 a 24 de setembro, quarta a sábado, das 14 às 17 horas. São oferecidas 25 vagas.

O Programa de Formação Audiovisual da 16a CineBH promoverá também três laboratórios de roteiros: “Ficção e Documentário”, “Um DNA de Roteiro” e “Pesquisa como elemento narrativo na construção de roteiros”. Ao final, os alunos participam de um pitching criativo, em que cada um tem um minuto para apresentar  sua história para todos os participantes dos três labs.

roteirista Di Moretti (SP) ministra o LABORATÓRIO DE ROTEIRO DE FICÇÃO E DOCUMENTÁRIO. A atividade engloba temas que descrevem a confecção de um roteiro cinematográfico e a distinção entre os roteiros de documentário e de ficção. No Lab, serão analisadas essas diferenças e similaridades, para entender como as duas linguagens funcionam na escrita do roteiro, ficcional ou documental. Cada um dos quatro módulos do Lab se divide entre explanações teóricas e exercícios práticos. Pretende-se, como produto final, o desenvolvimento de um argumento de curta-metragem. O Laboratório será realizado entre os dias 21 a 24 de setembro, quarta a sábado, das 10 às 13h. São oferecidas 25 vagas, para interessados a partir de 18 anos.

O laboratório “UM DNA DE ROTEIRO” será ministrado por Aleksei Abib -diretor, roteirista, escritor e um dos principais consultores de roteiro do país. O Lab acontece de 21 a 24 de setembro, de 10h às 13h, com oferta de 30 vagas.  Ele é voltado para estudantes de audiovisual, profissionais da área, interessados em cinema, arte e literatura. Seu objetivo é trazer uma visão microscópica da estrutura do roteiro passo a passo, beat a beat: as linhas dramáticas principais e secundárias; suas respectivas funções na história e impacto na estrutura; o ponto de vista narrativo; beat sheet e escaleta; os principais paradigmas estruturais, suas diferenças e pontos de contato. Seu último dia também é voltado para o pitching criativo “A Prosa”, no qual os alunos irão apresentar seus projetos em um minuto de prosa.

O terceiro laboratório é sobre o tema “Pesquisa como elemento narrativo na construção de roteiros” sob a tutela de Luana Rocha, que é roteirista e coordenadora de roteiro de não-ficção da produtora A Fábrica (RJ). Tem formação em jornalismo, Roteiro de Séries para TV, estudou documentário na Escuela Internacional de Cine y TV em Santo Antonio de los Baños (Cuba).  As aulas serão de 21 a 23/09 – quarta a sexta, das 14h30 às 17h e no 24 de set, sábado, das 10h às 13h, com a oferta de 30 vagas. O laboratório vai destrinchar os processos de pesquisa e sua importância, elementos narrativos, fontes, formatação, responsabilidade, remuneração e também terá ao final o pitching criativo com apresentação de um minuto em formato de prosa. Nesta atividade serão apresentados mecanismos, estratégias e ferramentas para realizar uma pesquisa completa e mostrar como ela é um nicho de atuação (e inserção) profissional no cinema.

  • A oficina Análise de Estilos Cinematográficos será realizada online pela plataforma cinebh.com.br
  • Os Laboratórios de Roteiro são presenciais e acontecem Centro Cultural Unimed-BH Minas / Sala de Cinema localizado à Rua da Bahia, 2244 – Lourdes

WORKSHOPS INTERNACIONAIS

Serão ministrados três workshops internacionais, sendo um online e dois presenciais e integram o CineMundi Lab, que acontece no âmbito da programação do 13o Brasil CineMundi.  São atividades formativas direcionadas aos profissionais do setor audiovisual.

AUDIENCE DESIGN será o tema do Workshop Internacional ministrado por Isona Admetla, coordenadora de fundos World Cinema Fund | Alemanha. O workshop abordará a metodologia e uma descrição do incrível potencial que o Audience Design tem, ampliando a abordagem clássica de marketing e distribuição. Os filmes são escritos, financiados, produzidos, filmados e pós-produzidos. Antes de se tornarem filmes, os projetos participam de mercados de coprodução. E um dia eles podem ser convidados por um ou até vários festivais e, então, encontrar um público pela primeira vez. Como lidar como Produtor e/ou diretor com o maior desafio da produção, principalmente nos dias de hoje: a visibilidade de um filme? O confronto com o futuro público de um filme deve começar muito cedo. Durante ou mesmo antes das filmagens ou finalização de um filme, o Audience Design deve fazer parte do contexto da produção. A atividade será realizada de 21 de setembro, de 9h30 às 10h30 e com oferta de 20 vagas. O Workshop será ministrada em inglês, com tradução simultânea e terá a moderação de Paulo de Carvalho – produtor Autentika Films, colaborador Brasil CineMundi | Brasil/Alemanha.

O workshop de COPRODUÇÃO INTERNACIONAL será ministrado pela produtora francesa Sophie Erbs, sócia do Cinéma Defacto e da co-empresa independente GaïjinNeste workshop, a produtora francesa falará sobre os principais aspectos para coproduzir a nível internacional, compartilhará sua experiência e dará conselhos sobre como se inserir nesse mercado internacional. Sophie Erbs pertence a uma geração de produtores que se dedicam a construir pontes criativas entre talentos de todos os países. Ela é membro do EAVE e do ACE e já produziu e coproduziu 20 longas-metragens, entre eles “Los Perros”, de Marcela Said (Cannes 2017), “Milla”, de Valérie Massadian (Prêmio Especial do Júri em Locarno 2017), “The Harvesters”, de Etienne Kallos (Un Certain Regard 2018), “The Load”, de Ognjen Glavonic (Quinzaine des Réalisateurs 2018), “Apprentice”, de Boo Junfeng (Cannes 2016) e “The Here After”, de Magnus von Horn (Cannes 2015). A atividade será realizada dia 22 de setembro, quinta, de 11h às 12h30 e são ofertadas 30 vagas. O workshop será realizado em inglês, com tradução simultânea e terá a mediação de Séverine Roinssard – produtora Parati Films, colaboradora Brasil CineMundi | França.

O workshop internacional “OS NOVOS MODELOS DE TRABALHO COLABORATIVO NA AMÉRICA LATINA”, será ministrado por Leonardo Ordóñez, assessor do MAFF – Festival de Málaga, com mais de 20 anos de especialização e pesquisa em Economia e Indústria Criativa e setores criativos no Chile e América Latina. A proposta do workshop é identificar as necessidades do setor audiovisual ibero-americano para desenvolver novos modelos de negócios sustentáveis, que permitam às equipes de trabalho audiovisual encontrar opções tanto para buscar financiamento para novas produções quanto para gerar networking, para enfrentar os desafios conjunta e colaborativamente. O workshop será realizado  no dia 23 de setembro, sexta, presencial, das 11h às 12h30 e são ofertados 30 vagas. Será realizado em espanhol com tradução simultânea e mediação de Paulo de Carvalho – produtor e colaborador do Brasil CineMundi.

  • O workshop AUDIENCE DESIGN será ministrado online pela plataforma cinebh.com.br e os demais acontecem na Casa da Mostra, localizada a Rua Maripá, 43 – bairro Serra

MASTERCLASSES INTERNACIONAIS – DIÁLOGOS HISTÓRICOS

Já é tradição das edições anuais da Mostra CineBH, a realização das masterclasses internacionais que integram a Mostra Diálogos Históricos. O crítico convidado da 16a Mostra CineBH tem conexão com a temática central desta edição que propõe exibir e discutir a produção latino-americano e as imagens da sua internacionalização. O crítico convidado é Sebastian Morales,  coordenador do Programa de Cinema da Universidad Mayor de San Andrés (UMSA), que irá  ministrar as três masterclasses que compõe a Mostra Diálogos Históricos, recorte da programação que coloca em perspectiva histórica representativas obras da cultura cinematográfica. Os encontros serão presenciais, no Cine Humberto Mauro, entre os dias 22 e 24 de setembro (quinta a sábado), das 14h30 às 17h. Serão 120 vagas disponíveis para cada masterclass.

Morales também é professor de História e Teoria do Cinema e da licenciatura em Filosofia da UMSA. É autor do livro: Uma estética do confinamento: sobre uma perspectiva do cinema boliviano. Trabalhou por vários anos como crítico de cinema, foi programador e diretor de programação do Festival de Cinema Pachamama em Fronteira, Brasil. Em 2018, recebeu menção honrosa no prêmio Abaroa na categoria pesquisa.

O foco das suas masterclasses será a América Latina e foram selecionados os seguintes filmes:

LO MÁS BONITO Y MIS MEJORES AÑOS
Drama, Cor, Digital, 93min, Bolívia, 2005
Direção: Martín Boulocq

EL OLOR DE TU AUSENCIA
Ficção, Cor, DCP, 85min, Bolivia, 2013
Direção: Eddy Vasquez

COMO DUELE SER PUEBLO
Drama, Cor, DCP, 81min, Bolívia, 2022
Direção: Hugo Roncal

  • As masterclasses da Mostra Diálogos Históricos acontecem no Cine Humberto Mauro

***

SOBRE A 16ª CINEBH – MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE BELO HORIZONTE

O CINEMA BRASILEIRO EM CONEXÃO COM O MERCADO INTERNACIONAL E A CAPITAL MINEIRA

A CineBH – Mostra Internacional de Cinema de Belo Horizonte, o evento de cinema da capital mineira, chega a sua 16ª edição entre os dias 20 e 25 de setembro de 2022. O evento promove a conexão entre o cinema brasileiro e o mercado internacional e se apresenta como instrumento de formação, reflexão, exibição e difusão do audiovisual em diálogo com outros países.

A CineBH prevê em sua programação a oferta de atividades oferecidas gratuitamente ao público: exibições de filmes nacionais e internacionais, pré-estreias e mostras retrospectivas, programa de formação com a oferta de oficinas, workshops, laboratórios, masterclasses, debates e painéis, promoção do fomento ao empreendedorismo, dissemina a informação, produz e difunde conhecimento, cria oportunidades de rede contatos e negócios, reúne a cadeia produtiva do audiovisual numa programação abrangente e gratuita.

Topo