Minissérie mostra as origens do curso de Cinema da USP

Ao abordar o cenário do cinema paulistano dos anos 1960 até 1990, a minissérie O Cinema Sonhado, de Ugo Giorgetti, evidencia a criação da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP e seu curso de Cinema, responsável pela formação de cineastas que remodelaram a forma de produzir e pensar a sétima arte no Brasil. A minissérie foi produzida para o Sesc TV e está disponível neste link.

Dividida em quatro episódios, a minissérie tem como ponto de partida o período de crise da indústria nacional, entre os anos 50 e 60, marcado pelo fim da produtora Vera Cruz.

No segundo episódio da minissérie, Giorgetti, que possui formação prática na área de publicidade, focou seu olhar na Blimp Film, produtora radicada no bairro do Bixiga, em São Paulo, que virou referência no mercado publicitário da época.

Já no terceiro episódio, a obra chega à criação do curso de Cinema da USP e às produções dos primeiros cineastas ali formados. Através de entrevistas com os alunos das primeiras turmas do curso, a minissérie evidencia o engajamento político que permeava aquele meio.

O quarto e último episódio da minissérie discute o processo de criação das primeiras produtoras dos alunos de Cinema da USP, localizadas principalmente na Vila Madalena, em São Paulo. Ali proliferaram produtoras que se tornaram relevantes no cenário nacional e atuaram na conservação e captação de recursos para manter e modernizar a Cinemateca Brasileira. Mesmo assim, a maioria delas acabou por encerrar suas atividades posteriormente.

A minissérie O Cinema Sonhado está disponível na íntegra e em alta definição no site do SescTV. O acesso é gratuito e não há necessidade de cadastro.

Fonte: Leonardo Lopes / Jornal do USP

Topo