Mostra Os Melhores Filmes de 2019 da Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro

Parasita, de Bong Joon-Ho

A tradicional mostra acontece de 13 a 19 de fevereiro no Cine Odeon Claro – Centro Cultural LSR com os filmes que fizeram a cabeça dos críticos da ACCRJ. E na Cinemateca do MAM teremos as homenagens da mostra: no dia 19 de fevereiro homenagem à atriz Ruth de Souza com a exibição do longa “Filhas do Vento”. Já no dia 20 de fevereiro a homenagem é para a cineasta Agnès Varda com a exibição do documentário “As Praias de Agnès”, ambos os filmes em película. No dia 19, antes da exibição do filme “Filhas do Vento” na Cinemateca do MAM, o jornalista e crítico de cinema Carlos Alberto Mattos receberá o prêmio pela melhor iniciativa cinematográfica de 2019.

Mais um ano se passou e mais uma vez a Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro (ACCRJ) se reuniu para deliberar e votar democraticamente os melhores filmes do ano, as homenagens e os destaques.  A reunião, que aconteceu no dia 7 de dezembro, elegeu dos melhores filmes lançados no circuito comercial entre 1 de dezembro de 2018 e 28 de novembro de 2019. Foram necessários três turnos, em que cada participante votou nos seus preferidos para que se chegasse a um veredicto. O sul-coreano “Parasita” (Gisaengchung), de Bong Joon Ho (Coreia do Sul, 2019), foi eleito o melhor filme do ano.

Os outros nove títulos em ordem alfabética são “A favorita” (“The favourite”), de Yorgos Lanthimos (Irlanda, Reino Unido e Estados Unidos, 2018); “A vida invisível”, de Karim Aïnouz (Brasil e Alemanha, 2019); “Ad astra: Rumo às estrelas” (“Ad Astra”), de James Gray (Estados Unidos e China, 2019); “Assunto de família” (“Manbiki kazoku”), de Hirokazu Koreeda (Japão, 2018); “Coringa” (Joker), de Todd Phillips (Estados Unidos e Canadá, 2019); “Dor e glória” (“Dolor y gloria”), de Pedro Almodóvar (Espanha e França, 2019); “Era uma vez em… Hollywood” (“Once upon a time… in Hollywood”), de Quentin Tarantino (Estados Unidos, Reino Unido e China, 2019); “Guerra fria” (“Zimna wojna”), de Pawel Pawlikowski (Polônia, Reino Unido e França, 2018); “O irlandês” (“The irishman”), de Martin Scorsese (Estados Unidos, 2019).

Outros filmes que chegaram ao segundo turno e não conseguiram entrar por apenas um voto foram: “A mula” (“The mule”, de Clint Eastwood, EUA, 2018), “Bacurau” (de Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho, Brasil/França, 2019), “Homem- Aranha no Aranhaverso” (“Spider-Man: Into the Spider-Verse”, de Peter Ramsey, Bob Persichetti, Rodney Rothman, EUA, 2018), “Nós” (“Us”, de Jordan Peele, EUA/China, 2019), “Pássaros de verão” (de Ciro Guerra, Cristina Gallego, Colômbia/Dinamarca/México/Alemanha/Suíça/França, 2018), “Toy Story 4” (de Josh Cooley, EUA, 2019) e “Vice” (de Adam McKay, EUA, 2018).

Os homenageados póstumos são a atriz Ruth de Souza, a cineasta Agnès Varda, Carlos Brandão, ex-presidente da ACCRJ e delegado da Fipresci na América do Sul, e Nelson Hoineff, um dos fundadores da ACCRJ e que foi presidente da Associação por quatro mandatos.

A “Melhor iniciativa cinematográfica de 2019” será concedida a Carlos Alberto Mattos pelo livro “Sete faces de Eduardo Coutinho”, que rendeu exposição, mostra e curso.

A exibição dos melhores filmes do ano, com curadoria da ACCRJ, começou nos cinemas do Grupo Estação em 2002. De lá para cá, a Mostra Melhores Filmes do Ano, criada em 2003 e exibida no Cine Odeon, já aconteceu no UCI, Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) e Instituto Moreira Salles. Agora, ela retorna ao revitalizado Cine Odeon Claro – Centro Cultural LSR em parceria com a Cinemateca do MAM, assim como irá produzir a revista com textos sobre o evento. Que 2020 seja cinematográfico, com filmes interessantes, e um ótimo ano para todos os cinéfilos.

Programação Melhores Filmes de 2019

Cine Odeon Claro – Centro Cultural LSR

13/2 – quinta-feira
17h Guerra Fria (89 min)
19h20 Era uma vez Em Hollywood (161min)

14/2 – sexta-feira
17h – Coringa (122min)
19h20 Parasita (132 min)
21h30 Debate sobre Guerra Fria, Era uma Vez em Hollywood, Coringa, Parasita

15/2 – sábado
17h – Dor e Glória (113min)
19h20 A Vida Invisível (140 min)

16/2 – domingo
17h Ad Astra: Rumo às Estrelas (123 min)
19h20 Parasita (132 min)

18/2 – terça-feira
17h – Coringa (122min)
19h20 – Dor e Glória (113min)
Debate sobre Dor e Glória, a Vida Invisível, Ad Astra: Rumo às Estrelas, Assuntos de Família, A Favorita

19/2 – quarta-feira
17h Assunto de Família (121 min)
19h20 A Favorita (119 min)

Serviço:
Cine Odeon – Centro Cultural LSR
Praça Floriano, 7 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20031-050
Ingressos: R$ 31,00 inteira e R$ 15,50 meia (terça a quinta) e R$ 25,00 inteira e R$ 12,50 meia (sexta a domingo)

Cinemateca do MAM

19/2 – quarta-feira
18h30 – Mostra Melhores filmes do ano – Homenagens – Filhas do vento de Joel Zito Araujo. Brasil, 2004. Com Ruth de Souza, Léa Garcia, Taís Araújo e Maria Ceiça. 85’. Exibição em 35mm. Classificação indicativa 14 anos.

20/2 – quinta-feira}
18h30 – Mostra Melhores filmes do ano – Homenagens – As Praias de Agnès Les plages d`Agnes de Agnès Varda. França, 2008. Documentário. 110’. Legendas em portugês. Exibição em 35mm. Classificação indicativa 14 anos

Serviço:

Cinemateca do MAM
Ingressos gratuitos
Endereço: Av. Infante Dom Henrique, 85 – Praia do Flamengo, Rio de Janeiro – RJ, 20021-140
Telefone: (21) 3883-5630

 

Topo