Nota de pesar: morre o fotógrafo Januário Garcia

É com imenso pesar que recebemos a notícia da morte do fotógrafo e ativista do movimento negro, Januário Garcia, na quarta-feira, 30 de junho, aos 77 anos, devido a complicações da Covid-19.

Na sua carreira como fotógrafo, Januário teve passagens por vários veículos de imprensa como os jornais O Globo, Jornal do Brasil, O Dia, A Tribuna, e as revistas Manchete, Fatos & Fotos e Revista da Unesco. É autor de livros sobre a cultura afro-brasileira e foi presidente do Instituto de Pesquisas da Cultura Negra (IPCN).

Nas décadas de 1970 e 1980, quando as capas de discos eram tratadas como verdadeiras obras de arte fez fotos que embalaram os trabalhos de artistas como Tom Jobim, Caetano Veloso, Chico Buarque, Fagner, Belchior, Fafá de Belém, Leci Brandão, Raul Seixas, Edu Lobo, e muitos outros.

Fonte: Extra

Topo