Raio Agency: Por um mercado audiovisual inclusivo, plataforma visa conectar profissionais a empresas do setor

O mercado audiovisual brasileiro é protagonizado por homens brancos. Dados da Agência Nacional do Cinema – ANCINE, que teve como base os 142 longas-metragens brasileiros lançados comercialmente em salas de exibição no ano de 2016, apontou que 75,4% dos longas foram dirigidos por homens brancos. Já as mulheres brancas assinaram a direção de 19,7% dos filmes enquanto apenas 2,1% foram dirigidos por homens negros e nenhum foi dirigido ou roteirizado por uma mulher negra.

Para mudar essa realidade, a plataforma Raio Agency – Rede Audiovisual de Inclusão Orquestrada – (https://raio.agency/), que será lançada no dia 11/11, nasce com objetivo de contribuir com a equidade de gênero, raça e representatividade no mercado audiovisual brasileiro. “A ideia é consolidar a RAIO como o elo que garante confiabilidade e segurança ao conectar profissionais e empresas do setor audiovisual orientados pela potência da diversidade. Empresas, buscam formar equipes diversas, talentosas e com ampla capacidade de entrega. Profissionais, buscam ambientes de trabalho saudáveis, processos que respeitem suas especificidades, e ganhos compatíveis com seus talentos e capacidades de entrega. A Raio, conecta as expectativas de ambos com o objetivo de fortalecer um setor audiovisual mais diverso”, relata Viviane Ferreira, CEO da plataforma.

Uma pesquisa realizada pela Boston Consulting Group constatou que a diversidade nas organizações pode ampliar a competitividade e lucratividade das empresas. Para as companhias comprometidas com uma política consistente de diversidade racial e de gênero, a RAIO promete ajudar na busca de profissionais qualificados e que supram as necessidades da empresa. “A RAIO quer ser parceira dessas organizações ajudando a construir caminhos viáveis para consolidar as suas próprias políticas internas de diversidade”, diz a CEO. Além disso, as empresas poderão anunciar suas vagas de trabalho, contar com a curadoria de profissional e contratar o Espaço de Marketing, que visa comunicar, para toda uma rede, as ações e campanhas de diversidade das companhias parceiras voltadas para o setor.

Para os profissionais, além de terem seus perfis cadastrados, a RAIO também funcionará como uma plataforma de formação de talentos. Serão ofertados cursos, workshops e mentoria criativas com foco em profissionais do audiovisual. Todos organizados cuidadosamente a fim de capacitá-los ampliando suas chances de serem contratados por projetos de empresas do setor.

A iniciativa, que já conta com a adesão de organizações do setor, entre elas APAN, BRAVI, APRO, SIAESP e + MULHERES, além das empresas AFAR Ventures e Boutique Filmes, estima fechar o ano com 15 novas parcerias.

Topo