A Technocrane e seu novo Technodolly

1569 1510545279

Por Felipe Reinheimer

Techonocrane9
Technocrane

Nos anos 80, Horst Burbulla, ainda perseguindo a carreira de diretor de cinema, começou a pensar no protótipo do que seria o primeiro crane (grua) de lança telescópica.

Com essa idéia na cabeça e o fim da guerra fria, Burbulla partiu para a Republica Checa,
– mais precisamente para a cidade de Plzen nas proximidades de Praga, em busca de excelencia técnica e tecnologia de alta precisão a preços em conta.

O ambicioso projeto deu tão certo, que Burbulla esqueceu a carreira de diretor de cinema e em 1985 fundou a companhia “Technocrane” . Hoje em dia existem mais de 100 Technocranes ao redor do mundo, entre os quatro modelos existentes.

Techonocrane10
Dr. Jan Frohn, Pesquisa & Desenvolvimento

Na Showbiz de 2003, a PRS (Panavision Remote Systems) demonstrou o mais novo projeto da companhia tcheca “Technocrane”, o Technodolly.

O equipamento tem capacidade de repetição de movimento, tanto da lança quanto da cabeça. O software trabalha com gráficos, em um sistema bem parecido com o “kooper” (ver artigo sobre Motion Control no site da ABC), permitindo que o operador edite frames durante e depois da criação dos movimentos, ou até mesmo crie um movimento sem precisar mover a grua.

Techonocrane1

A precisão do equipamento ainda não permite que seja utilizado para “Motion Control” porém – segundo Andy Romanoff (PRS) e um dos projetistas que estavam presentes na Showbiz, isto é só uma questão de tempo.

Outra novidade que cria toda uma nova gama de movimentos, é o fato da lança ser montada ao lado da coluna central ao invés da configuração tradicional no topo, o que da a ela a capacidade de boom com angulo de elevação de 240 graus.

Para tirar proveito disto foi necessário projetar uma cabeça nova que permitisse o nivelamento da câmera durante todo o trajeto do boom. A nova cabeça é parte do sistema e não funciona independentemente.

Techonocrane2

Por causa disto ela é montada na ponta da lança, de um modo que permite que seja reconfigurada de “under slung” para “over slung” em questão de segundos.

Infelizmente ainda não consegui acesso à todas as especificações técnicas como; velocidade telescópica, peso máximo de câmera permitido, o total do equipamento e a altura do fulcrum (torre central). Ao contrário de todos os projetos anteriores da Technocrane, parece-me que este equipamento não possui uma coluna central telescópica.

Os outros modelos da Technocrane são:

SuperTechnocrane ST50:

Techonocrane3

Capacidade telescópica máxima de 48 pés e meio a partir da coluna central.
Capacidade telescópica minima de 11 pés a partir da coluna central
A parte traseira da lança sempre se mantém no comprimento fixo de 12.2 pés.
A coluna central também é telescópica com altura mínima de 6.11 pés.e altura máxima de 11.11 pés.
Enquanto estendida ao máximo a lança pode elevar a câmera a até 50 pés de altura em um angulo de boom de 60 graus.
O peso total do equipamento, sem a câmera é de 5.100lbs.
A velocidade telescópica é de 2m/s permitindo que o braço se expanda completamente em apenas 6 segundos.
O peso máximo de câmera é de 80 lbs ou 35kg.
A cabeça utilizada é a Z-Head com 2 ou 3 eixos com backpan (contra pan) automático.
O equipamento tem todos os movimentos de lança e cabeça codificados de modo a facilitar sua utilização em efeitos digitais.

SuperTechnocrane ST30:

Techonocrane4

Capacidade telescópica máxima é de 30.6 pés a partir da coluna central.
Capacidade telescópica minima de 7.10 pés a partir da coluna central.
A parte traseira da lança sempre se mantém no comprimento fixo de 8 pés.
A coluna central também é telescópica e motorizada, porém muito mais lenta que a lança e um tanto barulhenta. Proporciona altura mínima de 6.11 pés.e altura máximade 8.7 pés.
Quando estendida ao máximo, a lança pode elevar a câmera até 30 pés de altura num angulo de boom de 63 graus.
O peso total do equipamento, sem a câmera é de 2640lbs.
A velocidade telescópica é de 1.5m/s permitindo que o braço se expanda completamente em apenas 6 segundos.
O peso máximo de câmera é de 80 lbs ou 35kg.
A cabeça utilizada é a Z-Head com 2 ou 3 eixos e backpan (contra pan) automático.
O equipamento tem todos os movimentos de lança e cabeça codificados de modo a facilitar sua utilização em efeitos digitais.

Technocrane 20:

Techonocrane5

Capacidade telescópica máxima é de 20.2 pés à partir da coluna central.
Capacidade telescópica minima de 5.2 pés à partir da coluna central.
A parte traseira da lança sempre se mantém no comprimento fixo de 6.3 pés.
A coluna central também é telescópica e motorizada, porém muito mais lenta e um tanto barulhenta. Proporciona altura minima de 6.11 pés e altura máxima de 8.7 pés.
Quando estendida ao máximo, a lança pode elevar a câmera a 22.6 pés de altura num angulo de boom de 63 graus.
O peso total do equipamento, sem a câmera é de 2350lbs.
O peso máximo de câmera é de 80 lbs ou 35kg.
A cabeça utilizada é a Z-Head com 2 ou 3 eixos, com backpan (contra pan) automático.
O equipamento tem todos os movimentos de lança e cabeça codificados de modo a facilitar sua utilização em efeitos digitais.

Z-Head

Techonocrane6

A Z-Head pode ser preparada com dois ou três eixos.
Seu comprimento máximo é de 29 polegadas e mínimo é de 17 polegadas.
Peso total sem câmera é de 70 lbs.

Total
0
Shares
Prev
Cinema para sempre?
Cinema Sempre 5

Cinema para sempre?

Next
A arte do (im)possível
Cinema Da Boca Do Lixo

A arte do (im)possível

También te puede interesar