2º Festival de Cinema de Planaltina recebe inscrições

Motriz Foto Matheus Alves 1
Foto: Matheus Alves

Até 10 de agosto estão abertas as inscrições para o Motriz – Festival de Cinema de Planaltina. A partir do tema Sagrada Esperança, o Festival busca filmes que revelam as contradições, opressões e injustiças de um país em estado de reconstrução e contribuem para o debate e a tomada de consciência acerca de questões relevantes à atualidade.  

São admitidos filmes inéditos e independentes, com duração de até 30 minutos, pode ser documentário, ficção, animação, experimental e infantil, de qualquer região do país, finalizado a partir de janeiro de 2022. O Festival vai selecionar 18 obras para a Mostra Competitiva, e até 6 filmes para compor as Mostras Paralelas. As inscrições são feitas pelo site: www.cinemotriz.com.br

Premiação

Os três curtas-metragens selecionados pelo Júri Técnico Oficial receberão prêmios nos valores de R$ 2.300,00 (dois mil e trezentos reais), R$1.500,00 (um mil e quinhentos reais) e R$1.200,00 (um mil e duzentos reais), respectivamente, para 1º, 2º e 3º colocados. Além disso, o  curta-metragem mais votado pelo Júri Popular também vai obter um prêmio de R$2.300,00 (dois mil e trezentos reais). Os filmes premiados, também, receberão troféus em cerâmica, criados pela artista visual e ilustradora da 2ª edição do Motriz, Bárbara Quintino e sua equipe do Muù! Estúdio. 

Sagrada Esperança

Este ano, Motriz é inspirado na Sagrada Esperança, poema e livro escrito pelo primeiro presidente de Angola, Agostinho Neto, referência aos ideais de esperança para o futuro de Angola. Liberdade, identidade, justiça social, resistência, tradições, história, valores e a unidade do povo angolano na luta pela independência são alguns dos temas abordados pelo autor e tocante para o Motriz como janela de exibição da produção cinematográfica de curtas-metragens do país. 

Motriz –  Festival de Cinema de Planaltina

Nesta 2ª edição, tem por vocação, democratizar o acesso da população planaltinense, em particular, e do Distrito Federal  em geral, à produção brasileira contemporânea de curta-metragens. Sensibilizar o olhar e estimular a formação de público e debater temáticas que abordam os corpos ditos periféricos e as próprias lutas de emancipação.

Compreender a periferia como centralidade na construção de uma cultura política de ação, reflexão e organização sob a situação de exclusão social, possibilitando a ampla  visibilidade das próprias narrativas, que não se limitam à apenas espaço geopolítico enquanto periferias brasileiras, mas também como corpos periféricos em suas diversidades e territorialidades que integram e transformam a sociedade.

Este é um projeto realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC-DF), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

SERVIÇO

Motriz –  2º Festival de Cinema de Planaltina – Inscrição de curtas-metragens abertas
Quando? Inscrições até 10 de agosto de 2023
Quanto? Gratuito
Informações e inscrições: www.cinemotriz.com.br

Total
0
Shares
Prev
Lílis Soares: “Mami Wata”
Mamiwata 01

Lílis Soares: “Mami Wata”

Next
Produção de cineastas indígenas brasileiros está em foco no 34º Curta Kinoforum
Kukuho 34O Curtas Foco Questao Do Ce´u E Da Terra

Produção de cineastas indígenas brasileiros está em foco no 34º Curta Kinoforum

También te puede interesar