Mazzaropi é tema da Mostra de filmes da Oficina Cultural Oswald de Andrade 

Mazzaropi Na Oc Oswald De Andrade

De 2 de setembro a 23 de outubro, a Oficina Cultural Oswald de Andrade, programa da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo e gerenciado pela Poiesis, promove a Mostra de Filmes Mazzaropi, em parceria com o Instituto Mazzaropi. Com exibições aos sábados, às 18h, e às segundas, às 19h30, as sessões contam com algumas produções que marcam o trabalho do ator, humorista, produtor, roteirista e cineasta brasileiro Amácio Mazzaropi (1912-1981). 

Em quase 30 anos de carreira, Mazzaropi atuou, produziu, dirigiu e escreveu ao menos 32 produções. Entre os papéis mais conhecidos de sua carreira está o Jeca Tatu (1959). Todo o acervo do ator está hoje no Museu Mazzaropi, localizado em Taubaté (SP). Os filmes selecionados para a Mostra serão exibidos na sala do Cineclube Oswald de Andrade. Para quem não estiver familiarizado com a vida e obra do artista, pode aproveitar a exibição do documentário Mazzaropi: o Cineasta das Plateias (2002). A produção, que abre a Mostra nos dias 2 e 4/09, conta com depoimentos de várias personalidades da televisão e do cinema, além de sociólogos, professores, diretores e montadores que relembram seus momentos com o ator.

Em Zé do Periquito (1964), Mazza é um tímido e pobre jardineiro de um colégio, que se apaixona por uma jovem estudante. Por inocência e acreditar em alguns rapazes maldosos, acredita que ela sente o mesmo por ele. A comédia musical será exibida nos dias 9 e 11/9. 

A comédia continua com o filme Betão Ronca Ferro (1970), que conta a história de um artista de circo com o emprego ameaçado após a filha deixar o espetáculo. O filme poderá ser assistido nos dias 16 e 18/09, sendo que a sessão de segunda-feira será comentada por Camilo Torres, ator, palhaço, produtor cultural e presidente da Cooperativa Nacional de Circo.

Nos dias 23 e 25/09 o público poderá assistir ao filme Jeca contra o Capeta (1975), comédia ficcional que narra a história do caipira Poluído, objeto de desejo de uma viúva. Na trama ele também é acusado de um crime que não cometeu e perseguido pelos moradores da cidade após sofrer uma armação. Já nos dias 30/09 e 2/10 será a vez de O Lamparina (1964), filme que apresenta a história de um pacato homem do campo que se disfarça para não enfrentar o bando de cangaceiros. A programação de outubro segue com a exibição do filme Jecão, um Fofoqueiro no Céu (1977) que será exibido nos dias 7 e 9/10. No filme, Jecão ganha na loteria e vai até São Paulo receber o prêmio. Apesar da festa ao retornar à cidadezinha em que vive, a cobiça de terceiros põe sua vida em risco. 

E os fãs de futebol também estarão representados com o filme O Corintiano (1966), produção que retrata o conflito entre um torcedor fanático com os filhos e vizinhos que são palmeirenses. O filme fica em cartaz nos dias 14 e 16/10. A sessão do dia 16 será comentada por José Cetra Filho, crítico do prêmio APCA, curador, escritor e mestre em Artes Cênicas pela UNESP.

A Mostra de Filmes Mazzaropi terminará com as sessões dos dias 21 e 23/10 que exibirão O Puritano da Rua Augusta (1965), produção que conta a história de um industrial rico e moralista que tem problemas com os filhos rebeldes e a mulher que só pensa em festas. Ao passar por uma crise, o puritano resolve se divertir.

SERVIÇO:

OFICINA CULTURAL OSWALD DE ANDRADE

MOSTRA DE FILMES: MAZZAROPI
Organização: Cineclube Oswald de Andrade 

Parceria: Instituto Mazzaropi | Convidados: José Cetra Filho e Camilo Torres
2/09 a 23/10 | Sábados às 18h | Segundas às 19h30

Livre | Gratuito

Programação:
2 e 4 de setembro: MAZZAROPI – O CINEASTA DAS PLATEIAS (2002, Documentário, 52 min)
9 e 11 de setembro: ZÉ DO PERIQUITO (1964, Comédia musical, ficção; 100 minutos)

16 e 18 de setembro: BETÃO RONCA FERRO (1970, Comédia, ficção; 100 minutos)
23 e 25 de setembro: JECA CONTRA O CAPETA (1975, Comédia, ficção; 97 minutos)
30 de setembro e 2 de outubro: O LAMPARINA (1964, Comédia, ficção; 104 minutos)

7 e 9 de outubro: JECÃO, UM FOFOQUEIRO NO CÉU (1977, Comédia, ficção, 104 minutos)

14 e 16 de outubro: O CORINTIANO (1966, Comédia, ficção; 98 minutos)
21 e 23 de outubro: O PURITANO DA RUA AUGUSTA (1965, Comédia, ficção; 102 minutos)

Total
0
Shares
Prev
“Marte Um” é o grande vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2023
Marte Um 007

“Marte Um” é o grande vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2023

Next
Mostra de Cinemas Africanos acontece em São Paulo e Salvador entre 5 e 18 de setembro
Mamiwata 02 E1689969280282

Mostra de Cinemas Africanos acontece em São Paulo e Salvador entre 5 e 18 de setembro

También te puede interesar