Você esta aqui

Semana & Prêmio ABC 2017

A Semana ABC 2017 aconteceu entre os dias 10 e 12 de maio, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo. A 17ª edição do evento contou com a presença de renomados profissionais envolvidos com o universo do audiovisual, que debateram diferentes temas atuais da cinematografia, e alcançou um público médio diário de 1000 pessoas.

Este ano, além das mesas de debates, a Semana também apresentou uma exposição de equipamentos e serviços com a presença das empresas e instituições: 22 Locações, Arri, Canon, Electrica, Fujifilm do Brasil, Locadora de Equipamentos Cinematográficos, Lumatek, Monstercam, Panasonic, Sindcine e Sony, e o primeiro dia do evento ainda contou com um coquetel, oferecido pela Arri, em comemoração aos 100 anos da empresa.

A programação da Semana ABC 2017 começou com a mesa sobre educação, A Imagem no Cinema Contemporâneo: Os Desafios Atuais no Ensino da Direção de Fotografia, com mediação da professora da FAAP e ex-presidente da Forcine, Luciana Rodrigues, e com a presença dos diretores de fotografia Affonso Beato, ASC, ABC, Carlos Ebert, ABC e Fernanda Riscali, e dos professores Joel La Layna (USP) e Rodolfo Ancona Lopez (FAAP).

Na sequência, foi a vez da mesa A Imagem Fixa X Imagem em Movimento: Convergências e Superposições, que contou com a participação dos fotógrafos Bob Wolfenson e Cristiano Burmester, do diretor e diretor de fotografia Jorge Bodansky, e dos diretores de fotografia Lauro Escorel, ABC e Carlos Ebert.

A direção de fotografia ainda foi tema principal da mesa Caminhos da Imaginação: processos criativos na imagem da cinematografia contemporânea, com o diretor de fotografia Adrian Teijido, ABC, Gabriel Eskenazi, gerente de efeitos mecânicos, Rafael Ambrósio, supervisor de efeitos visuais, ambos da TV Globo, e Ricardo Bardal, supervisor de efeitos especiais em computação gráfica da O2.

Entre os destaques da edição deste ano estão a masterclass do diretor de fotografia Affonso Beato, ASC, ABC; a mesa sobre a abertura da Olimpíada Rio 2016, que contou com mediação do diretor de fotografia Lauro Escorel, ABC e com participação dos diretores Andrucha Waddington e Fabio Soares, do iluminador Joyce Drummond, de Mari Nagem, que fez parte da equipe de direção de arte da abertura, e de Fernando Meirelles, que não pode comparecer pessoalmente, mas apresentou as suas considerações em vídeo, além das mesas Quando o Vento Faz a Curva: Mulheres na Cinematografia e Cinema Latino-americano Contemporâneo: Quanto mais Regional, mais Universal?.

A primeira teve a presença da diretora de fotografia Heloísa Passos, ABC, da diretora Anna Muylaert, da diretora de fotografia Barbara Alvarez, da diretora-adjunta do Curta Kinoforum Beth Sá Freire, da jornalista Flavia Guerra e de Luciana Baseggio, assistente de câmera e idealizadora do Coletivo das Diretoras de Fotografia do Brasil – DAFB. Já a mesa sobre o cinema latino contou com mediação do diretor de fotografia Marcelo Trotta, ABC e com a participação de Eduardo Cayo Chioino (DFP/Peru), Guillermo Granillo (AMC/México), Llano (ACC/Chile), Ricardo Matamoros (SVC/Velezuela) e Victoria Panero (ADF/Argentina), que representaram as associações de cinematografia de seus países.

O som foi representado pela mesa Produtor de Som: Novos Conceitos para a Realização Sonora no Audiovisual e contou com a técnica de som e professora da FAAP Tide Borges, ABC, com o produtor executivo André Montenegro, com Eduardo Santos Mendes, editor de Som e chefe do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da ECA/USP, João Godoy, técnico de som direto e professor da ECA/USP e com o supervisor executivo de áudio da TV Globo Rodrigo Meirelles.

Já a arte esteve presente na mesa Direção de Arte e as Novas Ferramentas 3D com participação do diretor de arte Cássio Amarante, do especialista em robótica André de Souza, do pós-produtor e diretor de efeitos visuais Guilherme Ramalho, do diretor de cena e pós-produção Luis Carone e do diretor de arte Valdy Lopes.

A montagem foi tema da mesa Planejamento Criativo da Montagem Cinematográfica em Ficção e Documentário, que contou com a montadora e professora da USP, Maria Dora Mourão, o diretor de fotografia Jacques Cheuiche, ABC e os montadores Natara Ney, edt. e Pedro Bronz, edt.

A edição deste ano ainda trouxe a mesa Atores e Atrizes e sua Relação com o Set de Filmagem, que foi apresentada por Adrian Teijido, pelo diretor Fernando Coimbra e pelos atores Maria Manoella, Martha Nowill e Paulo César Pereio.

Durante a Semana ABC 2017 também aconteceu a 2ª Assembleia da recém-criada Federação Latino-Americana de Autores de Fotografia Cinematográfica – FELAFC, da qual a ABC é afiliada ao lado das associações de diretores e diretoras de fotografia da Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru, Uruguai e Venezuela. O encontro contou com a presença de quatro representantes da ABC: Adrian Teijido, Affonso Beato, Marcelo Trotta e Rodlfo Sanches, além de representantes de outros países membros: Eduardo Cayo Chioino (DFP/Peru), Guillermo Granillo (AMC/México), Llano (ACC/Chile), Ricardo Matamoros (SVC/Velezuela) e Victoria Panero (ADF/Argentina).

Prêmio ABC 2017

O filme Elis foi o grande vencedor do Prêmio ABC 2017. A obra levou três prêmios nas categorias de longa-metragem: melhor direção de fotografia, melhor direção de arte e melhor som. Clique aqui para assistir ao Prêmio ABC 2017.

A cerimônia de premiação aconteceu no dia 13 de maio, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, e contou com a apresentação da atriz Andreia Horta.

Os prêmios foram entregues pela atriz Maria Manoella, pelos atores Felipe Folgosi e Milhem Cortaz, pelos diretores João Daniel e Fernando Coimbra, pela diretora de fotografia Heloisa Passos, ABC, pelo supervisor de som Luiz Adelmo, por Olga Futemma, diretora da Cinemateca, pelo secretário da FELAFC, Ricardo Matamoros, pela Solange Farkas, curadora e diretora da Associação Cultural Videobrasil, e por representantes de empresas parceiras: Arri, Canon, Electrica, Locadora de Equipamentos Cinematográficos, MonsterCam, Panasonic e Sindcine.

Durante a cerimônia também foram anunciados os sócios que receberam o direito de utilizar a sigla ABC: Ely Silva, ABC, Marcos Carvalheiro, ABC e Marcelo Brasil, ABC. Além disso, o deste ano foi o piloto e dublê Stanley Ostrower.

Confira a lista completa dos vencedores:

Melhor Direção de Fotografia em Longa-Metragem
Elis – Adrian Teijido, ABC

Melhor Direção de Arte em Longa-Metragem
Elis – Frederico Pinto

Melhor Montagem em Longa-Metragem
Aquarius – Eduardo Serrano

Melhor Som em Longa-Metrage
Elis – Jorge Rezende, Armando Torres Jr, ABC e Alessandro Laroca

Melhor Direção de Fotografia de Documentário
Do Pó da Terra – Rodrigo Carvalho

Melhor Direção de Fotografia de Curta-Metragem
Lunatique – Otavio Pupo

Melhor Direção de Fotografia de Série de TV
Justiça – Walter Carvalho, ABC

Melhor Direção de Fotografia de Filme Publicitário
C&A – Misture, Ouse e Divirta-se – Azul Serra

Melhor Direção de Fotografia de Filme Estudantil
Olhos de Argila – Luiz Augusto Moura / Academia Internacional de Cinema

A Semana ABC é uma realização da ABC – Associação Brasileira de Cinematografia, com correalização da Cinemateca Brasileira.
Patrocínio: Arri, Canon e Sony.
Apoio: Electrica, Faap, Fujifilm do Brasil, MonsterCam, Panasonic, Sindcine, WhiteGorilla e Zumbi Post.
Divulgação: FilmeB, Guia Boca a Boca, Revista de Cinema, Revista Exibidor e Revista Panorama Audiovisual.
Colaboração: Abele, Cacá Vicente Gastronomia, Cachaça Salinas, Módulos, Travel Inn Ibirapuera e UDF SP.

Clique aqui para assistir aos debates e aqui à cerimônia de premiação.

Fotos Semana: Danielle de Noronha
Fotos Prêmio: Ricardo Alcará

Topo