ABC participa do 9° Congresso Brasileiro de Cinema e Audiovisual

Evento reuniu diversas entidades do setor audiovisual em Brasília
Encerramento2 Foto Michele Moreira
Participantes do 9° Congresso Brasileiro de Cinema e Audiovisual (CBCa). Foto: Michele Moreira

A ABC participou do 9° Congresso Brasileiro de Cinema e Audiovisual (CBCa), que ocorreu de 8 a 12 de dezembro em Brasília, representada pela diretora de fotografia Fernanda Tanaka. 

Nesta edição do evento, participaram 56 associações e entidades ligadas ao audiovisual e cada uma delas pôde apresentar uma lista com propostas referentes a políticas públicas que gostaria de discutir e incluir no documento posteriormente entregue ao governo.

Gt3 Foto Michele Moreira
GT de Estruturação e Mecanismos Para Desenvolvimento do Ecossistema Audiovisual. Foto: Michele Moreira

As instituições se dividiram em seis grupos de trabalho e a ABC participou do GT de Estruturação e Mecanismos Para Desenvolvimento do Ecossistema Audiovisual, ao lado de Mariana Baltar e Carla Rabelo (SOCINE), Antônio Carrilho (APECI), Debora Butruce (ABPA), Gabriela Queiroz – (Cinemateca Brasileira), Rastricinha Dorneles (APTA), Lanza Xavier (FORCINE), Luiz Gerace e Caio Lourdes (STIC), Gringo Starr (SINTRACINE), Sonia Santana (SINDCINE), Celso Barbin (SINDICINE DF), Dudu (ABELE), Guto Lima (FPI/SC), Francisco Biagetti (UCGYN), Carlos Santos (SINAES), Jussara Locatelli (SIAPAR), Diego Tafarel (SIAV/RS) e Solange Stecz (Centro de Pesquisadores do Cinema Brasileiro).

Além de aproximar as entidades do cinema e do audiovisual brasileiros e organizar as demandas para fortalecer a indústria audiovisual no país, uma das principais pautas do evento esteve voltada para a aprovação dos projetos de lei 3696/2023, que estabelece a obrigatoriedade de exibição de filmes nacionais na TV paga, e 5498/2019, que prorroga a política da cota de tela para cinemas até dezembro de 2033.

Encerramento1Foto Fe Tanaka
Mesa de encerramento do 9° Congresso Brasileiro de Cinema e Audiovisual. Foto: Fernanda Tanaka
Encerramento3 Ministra Foto Michele Moreira
Ministra da Cultura Margarteh Menezes. Foto: Michele Moreira

Para isso, no encerramento do evento, que contou com a presença de autoridades como a Ministra da Cultura Margareth Menezes, o Secretário Executivo do Ministério da Cultura Márcio Tavares, a Secretária do Audiovisual do Ministério da Cultura Joelma Gonzaga, o Diretor da Ancine Paulo Alcoforado e o Secretário de Estado de Cultura e Economia Criativa Cláudio Abrantes, foi lida uma carta que apresentava propostas para a valorização e fortalecimento da indústria audiovisual independente no Brasil, que pode ser lida na íntegra neste link.

Também, no dia 12, as pessoas presentes no congresso foram à Câmara Federal e ao Senado Federal pressionar a votação dos projetos referentes à cota de tela, que foram aprovados ontem, 13 de dezembro, representando uma importante conquista para o cinema e o audiovisual brasileiros.

Senado3

O projeto que versa sobre a cota de tela nas TVs por assinatura (PL 3696/2023) foi aprovado pelo Senado e agora segue para a sanção da Presidência da República. Já o projeto que amplia a cota de tela para os cinemas (PL 5497/2019) foi aprovado pela Comissão de Comunicação e Direito Digital (CCDD) do Senado e encaminhado para o plenário, sob regime de urgência, que, se for acatado, será votado e, uma vez aprovado, encaminhado à sanção do presidente Lula.

Sobre o Congresso Brasileiro de Cinema e Audiovisual 

O primeiro Congresso Brasileiro de Cinema e Audiovisual – CBCa, ocorreu em 1952, com participação dos principais produtores e cineastas do Brasil, e discutiu, pela primeira vez, a definição de filme brasileiro. Este Congresso pioneiro debateu a importação da película virgem, a sindicalização do setor, a formação de mão de obra, a organização institucional e a criação de uma distribuidora de filmes brasileiros.

Em 2000, no terceiro Congresso, foi criada a Associação do Congresso Brasileiro de Cinema e Audiovisual, com objetivo de impulsionar o desenvolvimento do cinema nacional e promover os futuros congressos. O Congresso, como evento, é o mais antigo e representativo da indústria cinematográfica nacional.

O Congresso Brasileiro de Cinema (ainda sem incluir o Audiovisual), desde início dos anos 1950, proporcionou significativas discussões sobre políticas públicas e negócios para o setor, incluindo a criação da Ancine. Em seus mais de 70 anos de contribuições ao cinema nacional, já realizou oito congressos: no Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Fortaleza e Porto Alegre. O 9° CBCa, em Brasília, foi o primeiro Congresso no Centro-Oeste. A última edição ocorreu em 2010 e esperamos que com esta nova edição o evento aconteça de forma periódica e seja uma ponte de diálogo entre as instituições do audiovisual brasileiro.Para conhecer a programação completa desta edição, acesse: https://9congressocineeaudiovisual.com

Total
0
Shares
Prev
Ministério da Cultura garante adesão de 100% dos estados e 97% dos municípios à PNAB
Pnab Minc

Ministério da Cultura garante adesão de 100% dos estados e 97% dos municípios à PNAB

Next
Filmes de Helena Solberg estão disponíveis gratuitamente na Spcine Play
Cbs Id A Entrevista

Filmes de Helena Solberg estão disponíveis gratuitamente na Spcine Play

Recomendado