Cinemateca Brasileira apresenta ‘Cineastas, substantivo feminino’

Cbs Id De Cierta Manera
De cierta manera, de Sara Gómez

Após o sucesso da mostra e do curso Mulheres pioneiras no cinema, realizado pela Cinemateca Brasileira em dezembro de 2023, a instituição dá continuidade a uma programação dedicada a diretoras de cinema com a mostra e curso Cineastas, substantivo feminino.

A seleção dos filmes conta com títulos essenciais para se compreender a história do cinema, as contribuições das mulheres e a forma como as personagens femininas foram retratadas pelas cineastas entre os anos 1940 e 1980. Entre curtas, médias e longas, serão exibidos filmes que marcaram sua época e impulsionaram a carreira de suas diretoras, como Tramas do entardecer, de Maya Deren e Alexander Hammid – um dos filmes mais influentes do cinema de vanguarda e responsável por fazer de Deren um dos maiores nomes do cinema avant-garde –, e Cléo das 5 às 7, de Agnès Varda, uma das obras mais importantes da Nouvelle Vague, indicada à Palma de Ouro no Festival de Cannes de 1962. Entre laureados em grandes premiações, será exibido, também, Adoção, da pioneira húngara Márta Mészáros, que se tornou o primeiro filme dirigido por uma mulher a ganhar o Urso de Ouro no Festival de Cinema de Berlim.

O cinema latino ganha destaque com a exibição de cópias restauradas e pouco exibidas no Brasil: Mulher da rua, da mexicana Matilde Landeta, e De cierta manera, de Sara Gómez, primeiro longa-metragem feito por uma mulher em Cuba, finalizado após o falecimento da diretora. Também pioneira em seu país, a norueguesa Edith Carlmar, que dirigiu dez longas em dez anos, está representada na mostra com Paraiso do pecado, filme de estreia da atriz Liv Ullmann no cinema. Outro filme restaurado é Jeanne Dielman, o segundo longa de Chantal Akerman, feito quando ela tinha apenas 25 anos. Em 2022, o longa se tornou o primeiro filme dirigido por uma mulher a ser eleito o melhor filme de todos os tempos segundo críticos que participaram da votação promovida pela revista de cinema Sight & Sound, editada pelo British Film Institute.

A mostra será acompanhada de um curso com as pesquisadoras e críticas Lorenna Montenegro e Flavia Guerra, no qual irão colocar em pauta as análises das biografias, dos filmes, das técnicas utilizadas e da elaboração dos discursos fílmicos das autoras celebradas na mostra. As aulas contam ainda com a reflexão e discussão sobre o cânone cinematográfico (a partir da teoria de cinema feminista), a cinefilia estabelecida, as políticas de diversidade, e a crítica de cinema feita por mulheres, ressaltando a importância da espectatorialidade feminina, do olhar opositor contra hegemônico e o Contra-Cinema feminista.

Parte das vagas do curso será distribuída por meio de inscrição prévia a partir de 29 de fevereiro, em formulário disponibilizado no site da Cinemateca Brasileira, e o restante distribuído uma hora antes do início de cada aula na bilheteria. As aulas serão gravadas e transmitidas ao vivo pelo canal da Cinemateca Brasileira no Youtube. Tanto presencialmente quando online será acompanhado de tradução simultânea em Libras.

A programação é gratuita e os ingressos são distribuídos uma hora antes de cada sessão.

Esta mostra só foi possível graças à parceria com instituições e pessoas que gentilmente cederam as cópias de exibição: The Norwegian Film Institute, Národní filmový archiv, Fondation Chantal Akerman, Cinémathèque Royale de Belgique, Instituto Cubano de Arte e Indústria Cinematográfica, Cineteca di Bologna, Cinemateca de Cuba, Cinemateca da Embaixada da França no Brasil, Embaixada da França no Brasil, Institut Français, FILMICCA, MOSFILM, Arsenal – Institut für Film und Videokunst, Kino Lorber, Filmoteca de la UNAM, Marcela Fernández Violante e Ernesto Sánchez Fernández.

Total
0
Shares
Prev
Movimento pela Infância e Audiovisual lança Cartilha para gestores públicos e realizadores audiovisuais
Mia Dtq

Movimento pela Infância e Audiovisual lança Cartilha para gestores públicos e realizadores audiovisuais

Next
Sessão ABC exibe gratuitamente o filme “Kobra Auto Retrato” na Cinemateca Brasileira 
Kobra Auto Retrato Divulgacao

Sessão ABC exibe gratuitamente o filme “Kobra Auto Retrato” na Cinemateca Brasileira 

Recomendado